domingo, 22 de janeiro de 2017

a criança velha

Não no momento
mas um dia serão valorizados
os seus dias de provação

e lhe fará sentido
a existência do mal na Terra


o bem será valorizado
mas de algum modo 
o mal será 
a causa de sua
paciência formada

de sua fé robusta
de seu equilíbrio
que mantém a pureza

o egocêntrico
deve necessariamente
encontrar o ancião
no seu centro infantil

só o centro do eu
é importante

a função da existência
é que esta criança egoísta
se funda ao sábio ancião

e para isto existe
"a roda dos renascimentos"

temos toda a eternidade
para que a criança
egoísta torne-se
em a criança anciã

o que a sociedade faz
não conta
porque ela mata a criança "egoísta"
em prol do adulto altruísta

e nós sabemos que 
nenhum adulto
por mais filantropo que seja
possui a pureza da criança
porque não há uma criança 
na gruta de seu coração

o egoísmo pode ser bom
na medida em que o ego se apraz
em ajudar o próximo 

então mais ele o fará e
a isso chamamos de altruísmo
TUDO ISSO FAZ PARTE DA IGNORÂNCIA

"Herodes" matou a criança 
em nome de uma multidão de egos

sim
a criança egocêntrica
poderia ser uma ameça
para o reino

o foco deve estar fora(dizem)
o foco para o bem do reino
deve estar no arquétipo coletivo

mas o arquétipo coletivo
tem vontade imperial
e reina a seu bel-prazer
e esmaga quem desejar

por que eu deveria 
não tentar a fuga num jumentinho(?)
por que eu me exporia 
à merce de um infanticida(?)

por que eu deveria servir a algo fora de mim
algo que não seja o meu centro(?)

finalmente quando
o império conseguir me matar
eu já serei um homem sábio e puro

já terei dado o meu recado
através da poesia
e a minha criança
ainda estará viva
cá no peito

então 
que venha 
o calvário
que venha a morte

porque só quem não for
como uma criança
conhecerá a velhice
e o renascimento
a velhice
e o sofrimento





                                       ////////////////////////////////







Nenhum comentário:

Postar um comentário