sábado, 21 de janeiro de 2017

amor simbólico

Na Terra de Adélia
não há "Prado"
nem flores
lindas como o cardo

não há Franciscas
de vermelho
segurando bandeiras
nem pinguins de smoking
segurando machados

não me dizem
os oráculos de  maio
um modo franco de revolucionar
(de quebrar) o seu silêncio
mas me contam
como é ser livre
numa terra de cruzes
ou espadas

seria de bom-tom
que um pequeno
príncipe fizesse
de você
uma princesa

não é fácil
leva tempo
chegar ao difícil
partindo-se do fácil

no entanto
o difícil
tornar-se-á fácil
se palmilhado
for o espaço



                               ///////////////////////////////////

Nenhum comentário:

Postar um comentário