terça-feira, 17 de janeiro de 2017

do verso

Como ele sai
não importa
ele vem
é asserto

esquece
o aborto
se o verso
for o feto

esquece o afeto
se o verso for
abuso e horror

esquece o abutre
se o verso for
cadáver

esquece o 
"quem sabe"
se o verso
for de amor




                                           ///
.



Nenhum comentário:

Postar um comentário