quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

poema/temática


Eu escolhi a pedra
A pedra que a areia amarela esconde

quando não se pensa
se vive na meta fora dos cálculos

na teia do algodão-doce que o velho tece
o meu bem desfalece

são sentimentos estranhos filtrados
nas guelras de um coração

começou falando pouco
agora fala por silêncios


                                                  ///






Nenhum comentário:

Postar um comentário