domingo, 19 de fevereiro de 2017

danada

Posso desafiar
a morte
agora

e ela não me sobrevém
como se tivesse vontade própria

não quero morte lenta
gosto de morte súbita
veloz 

e se não me mato agora
é porque a morte
não concedeu-me
o livre arbítrio
na forma de coragem 



.

Nenhum comentário:

Postar um comentário