segunda-feira, 6 de março de 2017

da confiança


Ele escrevia versos
na cama
e no escuro

um dia escreveu
o que seria sua obra-prima
mas logo que a luz solar
se infiltrou pelo "voil"
das cortinas

ele viu que sua caneta
lhe falhara
e sua memória
não menos cruel
lhe trairia

contudo a poesia
continuava a existir
num lugar indeterminado

o que mais o intrigava
era que a poesia
era a mais
importante e ao
mesmo tempo a
mais inútil das
coisas

por vezes poesia
é a manifestação
de deus e deusa
pai e mãe
e na pior das hipóteses
ela é canção de ninar

todo mundo
precisa de um pai
ou de uma mãe

um marido substitui o pai
a esposa substitui a mãe

Deus é a continuidade
do Pai do esposo ou Mestre

A Mãe Divina
é a continuidade da mãe
da esposa ou Mestra

a oração
e os mantras
são canções de ninar

todo mundo
precisa ser
ninado
pra não enlouquecer

os templos e igrejas
são apenas cestos
de vime


(a confiança no amor deve ser absoluta)




                 ////////////////////////////////

Nenhum comentário:

Postar um comentário