segunda-feira, 6 de março de 2017

reencontro

Em vão a alma
cultiva papoulas
sim deve manar a emoção
já que ao reencontro
estamos nós predestinado

inútil é cristalizar-se
a alma só terá descanso
quando com a sua
contraparte acoplar-se

bobagem é o afastamento
é como tentar esconder
de miríades de abelhas
os campos em florescimento

em  vão é
todo planejar
se o destino
(já se sabe)
está traçado





                                 ////////////////////////

Nenhum comentário:

Postar um comentário