sexta-feira, 12 de maio de 2017

fuga



Quando a garganta
do Sol expelir a glória
da escuridão

eu estarei cônscio
cônscio daquela solidão e
das últimas revelações

devo estar de posse
das sete esferas
de quartzo
rosado

quando a profecia
soar nas vozes
de todos os lobos
que invadem a
grande cidade
serão mais de mil

e nas janelas
com tapumes
as viúvas
apagarão as luzes
para não serem
vistas

não só pelos lobos
pois estes devoram
o que estiver na frente

mas pelos homens
que fogem dos lobos
desesperadamente









//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Nenhum comentário:

Postar um comentário