quarta-feira, 10 de maio de 2017

meus girassóis


Acho que vou banir o meu sorriso
aquele que se esforça para ser

eu tenho a fisionomia trancada
ninguém consegue confiar em mim
antes de uma década de convivência

e o meu sorriso
(valha-me Deus)
parece ser irônico
(...)PARECE
(mas eu não cultivo ironias)


quem me julga
nada sabe de mim
e assim será
até eu ir para o "jardim das tabuletas"

acho que vou banir o meu sorriso
assim como um dia bani o meu pranto

devo aproveitar a ocasião
e banir também
o meu poema indigesto

quem sabe a minha presença
para que a ninguém
mais aborreça

ficarei aqui
plantando girassóis
como  um perdulário de cores
num chão de cinzas lavadas





///////////////////////////////






///////////////////////////////////////







Nenhum comentário:

Postar um comentário