domingo, 18 de junho de 2017

e foram... para sempre


Uma de minhas personalidades
sofre de bipolaridade
um de meus "eus"
pensa ser deus

um de meus deuses
pensa ser uno

uma de minhas
unidades pensa ser dual

um de meus amores
quer ser único
e o meu ser único
quer ter um só amor

seu nome tem
algo tão real
que sua realidade
sai nomeando os algos

mas o destino algoz
perdeu o tino
e o ritmo

fermentou demais
o meu chá
de algas

e eu perdi
o algoritmo
para achar-te
no mundo real

se te vejo
já quero um beijo
se te beijo
eu quero
saciar o meu desejo

por um lado
fica a alma
excitada
por sua banda gêmea

por outro fica
a carne gemebunda
almejando os
prazeres deste mundo

mas no final
tudo acaba
se cumprindo
se concertando
dentro do almofariz

o destino mostra-se
tão manifesto
quanto
nas belas estórias
feitas para adormecer meninos
o final é feliz









/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Nenhum comentário:

Postar um comentário