domingo, 25 de junho de 2017

olhos

Sempre a verdade fugia
ao ser observada

querer rebaixá-la
para o nível da mente
já era um erro

no entanto
existia uma verdade
para cada tipo humano

mentirosa é claro
um tanto fragmentada

uns a tinham como
convicção lógica
outros ingressavam
num tipo de torpor
religioso que parecia
uma massa de neblina
sobre uma colina de papoulas

eu vejo a verdade
como a noiva de burca
que devo conquistar
apenas pelo olhar

não porque me fora
prometida e
encomendada

pelos olhos
eu posso ver
seus tipos de beleza
isto não é imaginação

pelos olhos se vê a pele
indescritível

pelos olhos se vê
as demais qualidades
que sempre se anela

ou nos deparamos
com ensinamentos
que nos fazem evoluir
e isso é mais precioso
do que os tesouros sonhados

a fidelidade
a constância
tudo isso faz parte
da verdade

assim como
o polem
o néctar
e a beleza
pertencem a uma flor

certos animais
parecem nem ligar
para a beleza das  coisas
mas buscam o necessário

o homem busca
o que for necessário
e faltando beleza em si
ele invade
destrói
e do belo tenta se apossar

é isso que a 
verdade não assente
por isso
só por isso difere da flor
e da esposa

ela é
inviolável





////////////////////////////////

Nenhum comentário:

Postar um comentário