segunda-feira, 3 de julho de 2017

quem sabe


Neste mundo vasto
e tão pequeno
só um poeta
entende a um poeta

porque poesia é mão de anjo
é pena pra asa de cera
é nuvem diáfana
e quebranto

poesia é uma
placa na estrada
furada a bala
dizendo que sim

é uma raspa do fundo do tacho
tirada por uns na cachaça
se joga pedra na Holanda
do Melodramático filme
que você sonhava

é incoerência
que deita e rola
quando o mestre
dos mestres some
vai-se embora

e isto é só a bitola
do cano que se entra
no fim

onde está o mestre(?)
"amigo eu me desesperava"

poesia é Regina
ou Flor de Lis Bela
é Nascimento em Mil tons
diferentes

ou Toquinho de giz
como a grande pequena
é "aqu'amarela"
pra se colorir

notavelmente
com fruta na cartola
que Nana e Cai-me
no chão
com tamanha fascinação

poesia é talvez
um "quem sabe"
jamais um "não"






////////////////////////////////////////////////////////////////

Um comentário:

  1. Todos citados são do meu agrado... Regina, Milton...e Nana,a Caymmi? Adoro...

    ResponderExcluir